Regina Sousa, vce-governadora, pergunta como serão as manifestações de amanhã

Regina Sousa, vce-governadora, pergunta como serão as manifestações de amanhã


A vice-governadora do Piauí, Regina Sousa, usou hoje uma de suas redes sociais para, ironicamete, fazer indagações sobre as manifestações programadas para amanhã em defesa do governo Bolsonaro e contra o Congresso Nacional e o STF.
Regina postou:

É uma referência clara às manifestações que antecederam o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Naquela ocasião, por mais de uma vez, o governo de São Paulo, responsável pelo transporte subterrâneo determinou que o Metro de SP trabalhasse com a catraca livre para aqueles que se deslocavam para manifestações anti-Dilma.
As televisões, principalmente a Rede Globo, alteravam a grade de programação do dia para dar insistentes "ao vivo" sobre o andamento das manifestações e sempre as caracterizando como sendo "manifestações pacificas".
Bem, naquela ocasião havia um consórcio de forças políticas para derrubar o 4º governo do PT, legitimante eleito pela maioria do povo brasileiro. A realidade de hoje traz alterações. O grupo de direita unido para derrotar o PT mostra que já não é tão uníssono e muitas vozes se mostraram contrarias às manifestações marcadas para amanhã.
Agora, é esperar para ver a força de mobilização do governo Bolsonaro. Mas parece que antigos aliados, como o governo paulista, não se mostram mais tão interessados em proporcionar facilidades para os manifestantes.