Pensar Piauí

PMs são presos no Piauí; um deles cobrava consulta do IMEI por R$ 10

Os “clientes” dos policiais possuem antecedentes criminais por receptação de celulares roubados

Foto: ReproduçãoOperação Interditados
Operação Interditados

Na manhã desta segunda-feira(13), a Operação "Interditados" alcançou sua 19ª fase, marcada pela prisão de dois policiais militares no Estado do Piauí. A ação, coordenada pela Superintendência de Operações Integradas (SOI), visa o combate ao crime organizado, particularmente no que se refere ao roubo e furto de aparelhos celulares.

A operação de hoje foi desencadeada após uma denúncia anônima que apontava para a conduta criminosa de um policial militar. A denúncia indicava que o agente de segurança pública estaria utilizando seu acesso privilegiado a sistemas policiais para realizar consultas de IMEIs, sendo cobrado indevidamente o valor de R$ 10,00 por cada consulta. Também foi encontrada uma arma ilegal na casa de um dos policiais.

Foto: ReproduçãoArma apreendida pela polícia
Arma apreendida pela polícia

Segundo as investigações, os policiais recebiam para verificar a situação de aparelhos celulares. Os “clientes” dos policiais possuem antecedentes criminais por receptação de celulares roubados, evidenciando a gravidade da situação.

Com informações da SSP-PI

ÚLTIMAS NOTÍCIAS