Lula se reúne com governadores para discutir recriação do Ministério da Segurança Pública

O petista falou ainda em fazer valer o Estatuto do Desarmamento

Foto: Reprodução/InstagramLula em reunião com governadores e ex-governadores em São Paulo
Lula em reunião com governadores e ex-governadores em São Paulo

O candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, propôs nesta terça-feira (30) a recriação do Ministério da Segurança Pública.


A pasta existiu durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB), mas, na gestão do atual presidente Jair Bolsonaro(PL), foi incorporada ao Ministério da Justiça. 

Lula sugeriu a recriação em São Paulo, onde se reuniu com governadores, ex-governadores e representantes de forças de segurança para debater propostas para a área. A volta do Ministério da Segurança Pública também está no radar do candidato do PL à reeleição.


Além do Ministério da Segurança Pública, Lula já falou, neste ano, em criar os ministérios da Mulher, dos Povos Originários, da Igualdade Racial e recriar o da Cultura.

Participaram da reunião com o candidato do PT nesta terça-feira em São Paulo os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); e da Bahia, Rui Costa (PT). Também estiveram presentes Renan Filho (MDB), ex-governador de Alagoas; e Wellington Dias (PT), ex-governador do Piauí. Geraldo Alckmin, candidato a vice na chapa de Lula, acompanhou as discussões.


Crítico da política de Bolsonaro de flexibilização do acesso a armas, Lula também disse que, em um eventual governo, fará valer o Estatuto do Desarmamento. A legislação aprovada em 2003 mudou regras de porte e posse com o objetivo de reduzir a circulação de armas no país. 

O petista defendeu ainda o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) com atuação integrada de forças de segurança com Ministério Público e Defensoria Pública. E falou em criar um "comitê científico" para estruturação do setor "com planejamento, metas e avaliações".

ÚLTIMAS NOTÍCIAS