Juventude abraçou Lula nas mídias digitais

Participações do ex-presidente nos podcasts ‘Podpah’ e ‘Mano a Mano’, de Mano Brown, bateram recordes de audiência no Spotify e no Youtube

Foto: PTLula
Lula

Luiz Inácio Lula da Silva fez história mais uma vez em 2021, “furando a bolha” geracional e interagindo com uma juventude que, em boa parte, era criança no início de 2011, quando o presidente mais popular do Brasil encerrou dois mandatos consecutivos. Suas participações nos podcasts Podpah, um dos maiores do país, e Mano a Mano, do rapper Mano Brown, bateram recordes de audiência.

A participação de Lula no episódio da madrugada de 9 de setembro do Mano a Mano foi a mais ouvida do Spotify em 2021. A informação foi divulgada pela plataforma de streaming em primeiro de dezembro, quando lançou a retrospectiva de audiência do ano. Ouça abrindo o link abaixo:

Antes mesmo de ir ao ar, a entrevista a Mano Brown já havia tomado as redes sociais como um dos principais assuntos, seguindo assim ao longo do dia, com a viralização de trechos e momentos considerados marcantes. A conversa durou mais de duas horas e passou por diferentes pautas.

Mano Brown iniciou o programa classificando o dia como “mais do que especial” e apresentando o ex-presidente como o “nosso Lula da massa”. O rapper do Racionais lembrou que, aos 14 anos, já tinha empatia com o PT, mesmo sem noção política. Vivendo na pobreza, ele enxergava o partido como uma possibilidade de mudança.

“Minha geração vê você como o candidato que perdeu três eleições, enquanto a nova geração te vê como a situação, o presidente. Você fez quase um milagre no Brasil, mas os jovens não te conhecem ainda”, afirmou o rapper. “Ou me conhecem pelas últimas mentiras contadas”, respondeu Lula.

Brown perguntou a Lula o que o motivou a criar o PT. Ele disse que a ideia surgiu ao se deparar com um Congresso Nacional sem representantes da classe trabalhadora. Também lembrou que a juventude é capaz de promover as mudanças que deseja, mas sem negar a política.

“Eu sei o que é uma juventude rebelde, porque vi a fome de perto enquanto era jovem. Então, eu falo para o seu público jovem que, quando acharem que Lula não presta, ninguém mais presta, seja a solução do próprio problema. Preste você, seja você o cara bom, pois foi essa a descoberta que fiz em 1978″, disse o ex-presidente.

Podpah bateu recorde nacional

O episódio do Podpah, dos jovens Igor Cavalari (Igão) e Thiago Marques (Mítico), bateu o recorde nacional de uma transmissão de podcasts. Foram contabilizadas 292 mil pessoas assistindo simultaneamente e 2.187.830 acessos durante a live, tornando a conversa com Lula a maior audiência ao vivo do canal.

Confira no link abaixo:

No dia seguinte, o vídeo acumulava 4,6 milhões de visualizações, e o número de curtidas chegou a 536 mil. O PodPah, que já era o maior podcast do país, com 4,2 milhões de seguidores no YouTube, ganhou 30 mil seguidores nesse intervalo. Nesta semana, a conversa já ultrapassou 8,2 milhões de visualizações.

Nas redes sociais, o assunto Lula foi o assunto mais comentado no mundo durante a transmissão, e seguiu sendo um dos mais comentados no Brasil no dia seguinte. As menções ao nome dele chegaram a superar as do Atlético Mineiro, mesmo depois de o time alcançar o bicampeonato nacional após um jejum de 50 anos.

Com o desempenho, Lula registrou pico de mais de 300% de novos usuários que o citaram no Twitter em 24 horas. O crescimento levou a um volume de menções 93% maior do que o de Jair Bolsonaro, que transmitia a live semanal no mesmo horário e, em seu melhor momento, foi visto por 30.000 pessoas, na soma do YouTube com Facebook.

A conversa que mobilizou a internet tratou de temas variados, da importância da política à volta da fome, da inflação recorde ao preço do combustível a quase R$ 8, além das fake news presidenciais na pandemia, do desemprego e do fim do Bolsa Família.

“Você pode não gostar de política, ficar falando que todo político é ladrão. Mas você tem que pensar no país. Então, seja você o político porreta que você quer!”, disse Lula. “Se você está descontente com alguma coisa, é com política que você vai mudar. Você tem que participar. Quanto mais politizado você for, mais porreta você será, pois é a sua mensagem que vale.”

Além do Mano a Mano e do Podpah, Lula também esteve em roda de conversa no programa Triangulando, da médica e campeã do BBB 20, Thelminha Assis, em 2 de setembro. Ao seu lado, estavam a cantora, atriz e ativista Linn da Quebrada e o fundador da Central Única das Favelas (Cufa), Celso Athayde. Gil do Vigor, economista e ex-BBB, entrou por videoconferência.

No programa Triangulando com Lula: Linn da Quebrada, Celso Athayde Gil do Vigor:  Desigualdade Social, os participantes lembraram algumas das principais conquistas da população durante o Governo Lula. “Se hoje estou olhando no seu olho aqui, é porque recebi uma oportunidade lá atrás. Como o senhor se sente sabendo que mais de 3 milhões de universitários já se beneficiaram com o Prouni?”, questionou Thelma.

Confira:

“Fico emocionado e gratificado de ver pessoas como você e Gil chegar onde chegaram. O papel do Estado é de abrir uma porta e dar às pessoas a oportunidade de disputar qualquer coisa nesse país”, respondeu Lula.