Filhos de Cid Moreira pedem para que pai seja interditado e madrasta presa

Eles entraram com uma ação de interdição no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Foto: Jornal de BrasíliaCid Moreira
Cid Moreira

DCM - Após divulgarem a denúncia de abandono afetivo, os filhos de Cid Moreira, de 93 anos, foram à Justiça contra o pai.

Nessa terça (20), Rodrigo Radenzev Simões Moreira, 52, e Roger Moreira, 45, entraram com uma ação de interdição no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Eles também abriram inquérito contra Fátima Sampaio, 58, mulher do veterano, no Ministério Público do Rio de Janeiro, com pedido de prisão provisória.

Os herdeiros acusam a madrasta de transferir os bens do jornalista para o nome dela.

O portal Notícias da TV teve acesso aos autos protocolados. Na ação de interdição com tutela de urgência, os irmãos alegam que o pai é “pessoa idosa, senil e tem problemas psiquiátricos ocasionados pela idade”.

Já Fátima é acusada de “depenar totalmente o idoso, em puro estelionato senil, apropriação indébita e formação de quadrilha”. Segundo eles, a madrasta vem “subtraindo tudo o que o idoso recebe, e transferindo tudo o que pode para parentes”.