Feminicídio: preso o acusado de matar mulher em Castelo do Piauí

O assassino matou cruelmente a vítima com várias facadas

Foto: Tribuna em FocoEvaldo
Evaldo "Berear", de 40 anos, preso pelo crime de Feminicídio

Com informações do Portal Tribuna em Foco

A cidade de Castelo do Piauí registrou mais um caso de feminicídio. O fato ocorreu na madrugada deste sábado (17), na rua Euclides da Cunha, ao lado da Câmara Municipal de Vereadores. Tatiana Ferreira Matos, de 28 anos, foi morta cruelmente com golpes de faca.

Após tomar conhecimento do crime, a Polícia Militar realizou diligências e conseguiu prender o autor do assassinato.

O assassino é Evaldo "Berear", ele foi preso ainda com arma do crime e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Campo Maior, onde deverá ser ouvido e autuado pelo crime de Feminicídio, tendo em vista a condição de gênero feminino e o acusado ter confirmado o vínculo de relacionamento com a vítima.

Antes de ser transferido para a cidade de Campo Maior, Evaldo falou com a equipe de reportagem do Portal Tribuna em Foco e informou que tinha um relacionamento com a vítima e que ela o havia ameaçado de morte.

“Eu tinha um caso com ela, mas ela estava me ameaçando de morte e acabei matando ela com umas 07 facadas”, disse o assassino.

Foto: Tribuna em FocoAssassino falou com a imprensa e confessou o crime
Assassino falou com a imprensa e confessou o crime

Veja o momento que ele fala com a imprensa:

Homem é preso após matar mulher em Castelo do Piauí. Ele confessou o crime.

Posted by Portal Tribuna em Foco on Saturday, October 17, 2020

O Instituto Médico Legal - IML foi acioado e fez a remoção do corpo para Teresina.

Foto: Tribuna em Focoxx

A vítima 

Foto: Redes SociaisTatiana Ferreira Matos
Tatiana Ferreira Matos

Tatiana Ferreira Matos, de 28 anos, deixa uma filha, pai, mãe, irmãos e amigos.

Denúnias

A sociedade pode fazer denúncias e pedir ajuda pelos números 180 e 190

Centro de Referência Francisca Trindade 

Centro de Referência Francisca Trindade em Teresina é um local que realiza orientação psicológica, social e jurídica a mulheres vitimas de violência. Além de  trabalhar também com o fortalecimento junto aos municípios para que possam dar apoio as mulheres. Durante o isolamento social o trabalho não parou, é possível  fazer denúncias ou solicitar os serviços via contato (86) 9433- 0809 e no e-mail: [email protected].

No Piauí, já é possível observar que violência doméstica têm aumentado durante o isolamento social. Por este motivo é tão importante divulgar os vários canais de atendimento para realizar denúncias. 

O Centro de Referência realiza várias campanhas, através da Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM-PI) e a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI), com intuito de sensibilizar as mulheres a não silenciar nenhum tipo de agressão seja física, psicológica, moral, econômica ou patrimonial. Assim como também estimular a vizinha, amiga, prima, mãe, avó e a tia, a acolher essas mulheres em situação de violência.

Veja mais em: Em Castelo do Piauí, mulher é morta com várias facadas