Pensar Piauí

Equipe do MDS e governo do Piauí visitam Sebastião Barros e Guaribas

Pelas estradas do Piauí a equipe ouviu a população para elaboração conjunta do projeto de mobilidade socioeconômica.

Foto: Renato Rodrigues/Pensar PiauíEquipe se reúne na casa de produtores de rapadura na comunidade Brejão, em Sebastião Barros
Equipe se reúne na casa de produtores de rapadura na comunidade Brejão, em Sebastião Barros

 

Longos caminhos nas estradas que cortam o Piauí levaram uma equipe composta por membros do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), ao lado de técnicos da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos e Secretaria do Planejamento do Piauí para investigar os principais arranjos produtivos nos municípios de Sebastião Barros e Guaribas, no extremo Sul do estado.

Durante uma semana, a equipe visitou os dois municípios e se reuniu com gestores municipais, sociedade civil organizada, membros da agricultura familiar, apicultores, produtores de farinha de mandioca e cana de açúcar para entender melhor as perspectivas de permanência e melhora estrutural de sua produção através da construção do Projeto de Mobilidade Socioeconômica que levantou os 100 municípios mais vulneráveis do país a partir do cruzamento dos dados do Censo IBGE e cadastro do Bolsa Família.

A primeira parada aconteceu em Sebastião Barros, localizado a 912 km de Teresina, próximo ao município de Corrente. Cerca de 50 pessoas se reuniram na Câmara de Vereadores da cidade para entender em que pé andavam a produção naquele local. Em seguida, visitas às comunidades de Urucum, Brejão e Pitombas mostraram famílias organizadas na produção de farinha, rapadura, plantio de milho e agricultura de subsistência.

“Nós estamos aqui para saber o que vocês têm na sua região que se a gente estiver junto podemos potencializar na área da inclusão produtiva. Aqui, vamos fazer o processo inverso e não chegar com uma proposta elaborada, mas construí-la em conjunto com o município, saber o que de fato eles enxergam como suas maiores potencialidades e poder auxiliar no passo seguinte”, disse Rosângela Sousa, diretora do MDS e responsável pelo projeto a nível federal.

Foto: Renato Rodrigues/Pensar PiauíCaminhos da agricultura familiar
Caminhos da agricultura familiar

A estrada da Santa Luz levou a equipe a Guaribas, cidade-piloto do programa Fome Zero. Cercados pela Serra das Confusões, os mais de 4 mil habitantes do município mostraram seu potencial produtivo através da apicultura organizada na Associação de Apicultores da Macrorregião de Guaribas e a agricultura familiar.

O município também foi um dos seis contemplados pelo Seduckathon, maratona de tecnologia promovida pelo Governo do Piauí e que levará projetos de desenvolvimento tecnológico para um intercâmbio de um mês em Massachusetts, nos EUA. No Centro de Ensino em Tempo Integral Paulo Freire, sob a orientação do professor Eraques, foi desenvolvida uma IA que auxilia, através de questionários, o processo de ensino e aprendizagem na escola.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS