CUT: energia eólica, construção civil, call center são setores que não respeitam o isolamento e o fim da greve dos professores

O pensarpiaui entrevistou Paulo Bezerra, presidente da CUT sobre o mundo do trabalho e a pandemia do coronavírus

Foto: GP1Paulo Bezerra
Paulo Bezerra


O pensarpiaui entrevistou Paulo Bezerra, presidente da CUT/PI. Ele conta que neste período de pandemia a Central vem recebendo muitas denuncias. Que uma empresa de energia eólica, com mais de 2 mil trabalhadores contratados, não está respeitando as regras do isolamento social; que na construção civil as empresas querem o trabalho de todos - inclusive aquels maiores de 60 anos; que há muitos problemas nas empresas de Call Center. Por fim, Paulo Bezerra fez referencia à greve dos professores do estado do Piauí. Segundo ele, quando o isolamento social começou, os professores estavam de greve mas que ele vem conversando com o SINTE para que "ao retornar as aulas uma linguagem diferenciada" seja usada para tratar deeste assunto. O pensarpiaui perguntou se partia dele a proposta para o fim da greve. Confira a entrevista: