CNMP quer afastar Deltan Dallagnol da Lava Jato

O Conselho já conta com maioria para punir o procurador

Foto: Giro MaríliaProcurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato
Procurador Deltan Dallagnol

Fonte: Brasil 247

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) já conta com maioria para punir o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato. 

Há vários processos contra Deltan na pauta de julgamentos do CNMP. Segundo a CNN Brasil, dos 11 integrantes do conselho, pelo menos oito, demonstram nos bastidores, ser favoráveis à remoção de Dallagnol da Lava Jato em um pedido apresentado pela senadora Kátia Abreu.

Em outra ação, movida pelo senador Renan Calheiros, Deltan pode ser punido por declarações contra Renan às vésperas das eleições do Senado, em 2019.

"Ele tem que responder mais do que pela incontinência verbal", afirmou à CNN um dos integrantes do Conselho, se referindo às postagens do procurador nas redes sociais.

Segundo a emissora, entre os argumentos que pesam contra o procurador da Lava Jato está a tentativa de criar uma fundação para administrar parte dos recursos que ficariam com o Brasil, a partir de um acordo que a empresa firmou com os Estados Unidos para indenizar acionistas lesados pela Lava Jato. De R$ 2,5 bilhões, 80% viriam para o Brasil. Parte disso seria colocada em um fundo gerido por uma fundação independente criada pelo Ministério Público Federal.