Altas dos preços impõe nova realidade a piauienses

Retomam à mesa dos piauienses gêneros alimentícios como frango e ovos

Foto: DivulgaçãoTudo está caro

 

A gasolina comum já passou os R$ 6,00 na maioria dos postos de combustíveis da capital piauiense. O gás de cozinha está sendo vendido a R$ 100,00 desde a última sexta-feira. E vem mais anúncio de aumento: dessa vez na conta de energia elétrica, cuja bandeira vermelha deve superar os 20% em reajuste.

E não fica somente por aí. Há meses o consumo de carne vem reduzindo em decorrência dos elevados preços praticados no mercado. Retomam à mesa dos piauienses gêneros alimentícios como frango e ovos.

A constatação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que em recente Estatística da Produção Pecuária registrou um aumento de 11% no abate de frangos no Piauí e uma queda de 30% no abate de bovinos somente no primeiro trimestre deste ano.

A alternativa tem sido usar a criatividade. “O cardápio agora inclui tortas, omeletes e panquecas. Além de acrescentar mais verduras e massas”, comenta dona Luceli Andrade, que trabalha como cozinheira.