Aloysio Nunes, do PSDB de Doria, declara apoio a Lula: “Vou fazer campanha já no 1º turno”

O político também afirma que não há espaço para terceira via

Foto: Reprodução/Agência BrasilAloysio Nunes (PSDB)
Aloysio Nunes (PSDB)

O ex-ministro das Relações Exteriores no governo de Michel Temer e da Justiça Aloysio Nunes Ferreira da Silva (PSDB) declarou apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para já no primeiro turno, além de ter afirmado que não há espaço para terceira via.

“O segundo turno já começou, e eu não só voto no Lula como vou fazer campanha para ele no primeiro turno”, disse Aloysio.

“Não existe essa terceira via; só existem duas: a da democracia e do fascismo. Se quisermos salvar o Brasil da tragédia de Bolsonaro, teremos de discutir o que vamos fazer juntos”, continuou o ex-chanceler.

Juntamente com Aloysio, José Aníbal e Arthur Virgílio, por exemplo, devem aderir à campanha de Lula, embora o ex-governador de São Paulo João Doria seja o candidato cotado do partido dos veteranos para a concorrer a cadeira presidencial em outubro deste ano. Nunes já avaliou que Doria não tem como emplacar sua candidatura pelo partido dos tucanos.

Além disso, em conversas reservadas, Lula afirmou que se for eleito em outubro pretende chamar expoentes do PSDB para compor o governo e ocupar ministérios. Segundo o Estadão, "o nome de Aloysio está na lista, mas ele diz nunca ter tratado do assunto. O que comprova é o convite feito por Lula para Geraldo Alckmin (PSB) ocupar o cargo de vice-presidente em sua possível eleição. Candidatura que já foi oficializada".

Com informações do DCM