14ª Procissão das Sanfonas de Teresina homenageia Gilberto Gil e música Asa Branca

A Procissão das Sanfonas busca preservar e espalhar o legado de Luiz Gonzaga e valorizar a cultura nordestina

Foto: Reprodução14ª Procissão das Sanfonas de Teresina
14ª Procissão das Sanfonas de Teresina

A décima quarta edição da Procissão das Sanfonas de Teresina acontecerá nesta terça-feira (2) e homenageará o artista Gilberto Gil e a música Asa Branca. Após dois anos sem a realização presencial do evento, o Piauí se prepara para o retorno dessa festividade. A concentração dos sanfoneiros será realizada a partir das 15h na Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores. Logo após a bênção das sanfonas, os músicos sairão em cortejo até o Museu do Piauí, onde acontecerá o encerramento do evento( que leva a música de Luiz Gonzaga pelas ruas do Centro da cidade, no mês de agosto, quando se relembra o dia da morte do Rei do Baião).

Em 2022, a Procissão homenageará também os 80 anos de Gilberto Gil e os 75 anos da música Asa Branca. Realizada pela Colônia Gonzaguiana do Piauí (grupo de fãs do Rei do Baião, músicos e pesquisadores), a manifestação cultural mobiliza artistas de todo o Estado, sempre atrai grande público, já integra o calendário de atividades culturais de Teresina e conta com bonecos gigantes de Luiz Gonzaga, Padre Cícero, Lampião e Maria Bonita.

"Gil buscou agregar às sonoridades do Nordeste toda a riqueza musical de outros gêneros musicais populares. O Baião foi responsável pela estruturação de grande parte das canções de Gil. Em suas entrevistas, ele sempre ressalta a importância das sonoridades gonzagueanas para a elaboração de sua obra. O repertório gonzagueano interferiu realmente na visão de mundo desse homenageado", disse Wilson Seraine ao explicar a escolha do artista. Gil completou 80 anos no dia 26 de junho.

Wilson Seraine é um dos idealizadores do evento. Ele também destaca a relevância da canção Asa Branca para a cultura brasileira. "A icônica canção Asa Branca é considerada por muitos o hino do nordestino. Gravada em diversos idiomas, além do português, a composição é tida como uma das músicas mais importantes da cultura brasileira. Tratando da seca no sertão nordestino, Luiz Gonzaga, através de Asa Branca, levou a cultura do Nordeste para todo o Brasil", explicou. A música completou 75 anos no dia 3 de março deste ano.

Durante o evento, gonzaguianos que colaboram para a realização da Procissão, serão homenageados com troféus criados pelo artista piauiense Álvaro Roberto Carneiro.

"A Procissão é um dos eventos mais aguardados pelos piauienses. Após dois anos sem uma edição presencial, temos muito a comemorar. A nossa cultura precisa ser celebrada e valorizada", enfatiza o professor Wilson Seraine.

Procissão das Sanfonas

Em 2021, a Procissão das Sanfonas conquistou o Prêmio Profissionais da Música (PPM), ao ser considerado o maior evento cultural de som na rua do Brasil. O PPM é reconhecido como uma das maiores e a mais abrangente das premiações do setor musical do Brasil.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS