Meio Ambiente

Wellington quer inclusão produtiva de famílias que vivem em áreas do Programa Bolsa Verde

Dias assina acordo para inclusão em Belém (PA), nesta sexta-feira


Foto: ReproduçãoWellington Dias
Wellington Dias

 

Contribuir para a recuperação de áreas degradadas, a mitigação dos efeitos de mudança do clima, a conservação ambiental, bem como para a segurança alimentar e a justiça socioambiental. Essas são algumas premissas do acordo a ser assinado pelo ministro Wellington Dias, às 10h, em Belém (PA), nesta sexta-feira (04.08). A ação tem olhar especial às áreas do Programa Bolsa Verde.

A parceria é composta pelos ministérios do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) e do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA). As pastas atuarão conjuntamente na promoção da inclusão produtiva de famílias que vivem em áreas como reservas extrativistas, projetos de assentamento, territórios quilombolas e áreas da União, principalmente, na região amazônica. Em maioria, são localidades contempladas pelo Programa Bolsa Verde, coordenado pelo MMA.

O Bolsa Verde foi criado em 2011, mas interrompido nos últimos anos. A iniciativa beneficia as famílias com o repasse de recursos por seus esforços de conservação ambiental. A partir de uma compreensão ampla do desenvolvimento sustentável, o Bolsa Verde alia o combate à pobreza ao cuidado com o meio ambiente. Para fazer parte do programa, a família deve estar inscrita no Cadastro Único.

A assinatura do acordo interministerial será realizada no contexto do Diálogos Amazônicos, que segue até o próximo domingo (6), no Hangar Centro de Convenções & Feiras da Amazônia, na capital paraense. O evento pretende reunir mais de 10 mil pessoas, que participarão das plenárias e atividades organizadas por movimentos sociais, entidades e organismos governamentais brasileiros e de outros países que integram a região amazônica.

Com informações da Secom/Governo Federal 

Deixe sua opinião: