Whindersson Nunes se pronuncia após ordem de despejo

O humorista recebeu, na última quarta-feira (20/7), uma ordem para deixar duas salas comerciais em Pinheiros, São Paulo

Foto: Reprodução/InstagramWhindersson Nunes
Whindersson Nunes

Whindersson Nunes se pronunciou no Twitter, na noite da última quarta-feira (20/7), sobre o caso de despejo que recebeu da Justiça. O humorista foi acusado de não pagar o aluguel de duas salas comerciais, localizadas em Pinheiros, São Paulo. O comediante também revelou que o seu maior gasto por mês é com ajudas financeiras.

“Mês passado eu paguei 8 mil reais em pedras para jardim, detalhe, eu não tenho jardim, hoje eu fui despejado de um lugar que eu nunca pus os pés dentro, 16 mil reais de ifood e eu nem tenho esse app, eu como a mesma comida todos os dias nos mesmo horários”, explicou o youtuber.


“Metade de todo meu custo mensal são os ‘para você não custa nada’. Todo áudio que eu escuto no whats dependendo do tempo do áudio vai me custar entre 1500 e 3000 reais” desabafou.


Já no Instagram, a equipe de Whindersson publicou um nota de esclarecimento e revelou que ficou sabendo do caso pela imprensa. “A assessoria informa que a gestão administrativa do artista é feita por uma empresa terceirizada. Ressalta, ainda, que todas as providências para regularização de eventuais pendências já foram tomadas”, finaliza o comunicado.

Foto: Reprodução/InstagramComunicado
Comunicado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS