Wellington Dias visita áreas afetadas por enchentes na zona norte de Teresina

O governador visitou ruas alagadas, a Casa de Bombeamento de Água da Av. Boa Esperança e as escolas que estão recebendo as famílias desabrigadas

Foto: CCOMVisita às zonas alagadas da capital
Visita às zonas alagadas da capital

 

O governador Wellington Dias visitou, nesta sexta-feira (07), os locais atingidos pelas chuvas nos bairros Poty Velho e Mafrense, na zona Norte de Teresina, bem como as escolas que estão recebendo as famílias desabrigadas. O objetivo é verificar a situação dos locais afetados pelas chuvas e trabalhar integrado com a Prefeitura na assistência às famílias.

Acompanhado do prefeito Dr. Pessoa, das equipes da Defesa Civil do Município, Estado e do Corpo de Bombeiros, o chefe do Executivo estadual visitou ruas alagadas, a Casa de Bombeamento de Água da Av. Boa Esperança e as escolas: Antônio Dilson Fernandes, que está acolhendo seis famílias; Iolanda Raulino, que está com 24 famílias abrigadas; e Domingo Afonso Mafrense, com 15 famílias, de acordo com os dados da Prefeitura, atualizados diariamente.

Wellington Dias destacou que a prioridade é o acolhimento das pessoas. “Tivemos a oportunidade de conversar com algumas famílias que moram aqui há bastante tempo, que estão abrigadas em casa de familiares ou nas escolas. Entre tantas coisas que a Prefeitura está trabalhando, a prioridade é o programa de família solidária, em que as pessoas ficam abrigadas ou na casa de um parente ou de uma pessoa conhecida, isso dá, não só mais independência para a família, mas também menos risco de adoecimento por Covid e outras viroses, é uma orientação que estamos dando para todo o Estado”, disse.

Foto: CCOMVisita a zona norte
Visita a zona norte

 

O governador enfatizou ainda que estão sendo estudadas soluções definitivas de infraestrutura na região. “Ao mesmo tempo que as pessoas estão sendo bem atendidas, é claro que vamos cuidar da infraestrutura e soluções que precisam ser definitivas, sempre trabalhando de forma integrada, mas tudo que for feito será dialogando com as famílias, trabalhando junto com o Município, com o Governo Federal, com a bancada federal e com a comunidade”, ressaltou Dias.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, reiterou que a prioridade é assistir às famílias desabrigadas, trabalhando em conjunto. “Após a verificação da situação nesses locais, a solicitação da prefeitura ao Governo do Estado é ajudar as famílias que estão precisando da ajuda do poder público, porque as comunidades vulneráveis estão precisando de abrigo, de alimentação, da Família Acolhedora, vamos conversar e ver o que podemos fazer juntos. Neste momento, a prioridade é agirmos em conjunto para ajudar essas pessoas”, afirmou o gestor municipal.

Foto: CCOMCorpo de Bombeiros
Corpo de Bombeiros

 

O secretário de Estado da Defesa Civil, José Augusto Nunes, se reuniu, nessa quinta-feira (06), com as equipes da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), para entrar em entendimento sobre as próximas ações em relação ao rio Parnaíba, que permanece na cota de alerta de inundação.

“Uma situação atípica que estamos vivendo, pertinente ao volume útil de água da Barragem Boa Esperança, que atingiu, ainda no mês de dezembro, 80% da sua capacidade e requer muito mais atenção e monitoramento por parte dos órgãos. Tivemos uma reunião com a Chesf e CPRM para melhor otimizar as ações da Defesa Civil, sempre ouvindo todos e buscando soluções para salvar vidas. A Defesa Civil tem prestado assistência aos atingidos pelas enchentes, tanto nas cidades de Uruçuí e Floriano como aqui em Teresina, contribuindo com cestas básicas e colchões. Estamos em parceria com a Sasc e o Corpo de Bombeiros, que está na linha de frente, atuando nos casos que mais exigem atenção e cuidado para garantir a proteção às famílias”, relatou.

A secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Cidadania (Sasc) está atuando em parceria com o Município, fazendo o fornecimento de colchões às famílias desalojadas e intermediará a antecipação da liberação de recursos destinados a benefícios, autorizada pelo secretário de Estado da Fazenda (Sefaz) e coordenador-geral do PRO Piauí, Rafael Fonteles.

“Tivemos uma reunião com o secretário Rafael e definimos que o Estado fará uma antecipação de cofinanciamento de benefícios eventuais para que seja feito um repasse ao município, a fim de que se tenha mais facilidade da utilização desse recurso e socorrer essas famílias de forma mais direta. Estamos em diálogo e vendo no que o Estado pode colaborar, ofertando toda a assistência necessária às famílias”, confirmou o secretário da Sasc, José Santana.