Times cearenses têm desempenho histórico

Os dois clube estão muito bem nas competições da América do Sul

Foto: DivulgaçãoCeará e Fortaleza
Ceará e Fortaleza

Por Acrísio Sena, deputado estadual (PT), noCafezinho 

A conquista dos times locais colocou o futebol cearense num outro patamar.

Depois de parte da imprensa sudestina apostar que a primeira participação do Fortaleza na Libertadores seria um “fiasco” – por ter caído num grupo que tinha o campeão argentino (River Plate), o campeão chileno (Colo-Colo) e o campeão peruano (Alianza Lima), todos com larga tradição, tendo os dois primeiros sido inclusive campeões deste torneio –, o escrete cearense deu um “cala boca” nos “analistas” e classificou-se para as oitavas de final.

O Leão do Pici está hoje entre os 16 melhores clubes da América do Sul, junto com outros 5 times brasileiros – sendo o único do Nordeste, feito só conseguido antes por Bahia e Sport –, 6 argentinos, 2 paraguaios, um colombiano e um equatoriano.

O Ceará, por sua vez, também não só está nas oitavas da Sul-Americana, mas tornou-se o primeiro time da história da competição a terminar a primeira fase com 100% de aproveitamento. O alvinegro terá a companhia de mais 2 clubes brasileiros – sendo também o único do Nordeste –, 2 argentinos, 2 paraguaios, 2 chilenos, um colombiano, um equatoriano, um venezuelano e um boliviano.

As boas condições econômicas do Estado, a profissionalização das gestões de futebol, a requalificação das estruturas para o desempenho do espetáculo – com a reforma do Castelão para a Copa do Mundo de 2014 – e o apoio inconteste e apaixonado das duas maiores torcidas foram e são fundamentais para a concretização deste momento mágico.

O Ceará está há 5 e o Fortaleza há 4 anos na série A, com um número de sócios-torcedores semelhante aos grandes clubes brasileiros, o que garante também uma estabilidade nunca dantes vista.

Que ambos sigam dando alegria e orgulho a todo povo cearense!