Rebeca Andrade iniciou carreira no esporte em projeto do PT

Petistas comemoraram a medalha inédita

Foto: Negras MelodiasRebeca Andrade
Rebeca Andrade

PT na Câmara - A conquista da medalha de ouro pela ginasta brasileira Rebeca Andrade, na final do salto nas Olimpíadas de Tóquio 2020, ocorrida neste domingo (1), foi comemorada por parlamentares do PT nas redes sociais.  Deputadas e deputados petistas ressaltaram o ineditismo da vitória, não só pelo ouro olímpico, mas também pelo fato de a conquista ter ocorrido com uma mulher negra, de origem humilde e que começou a praticar o esporte em Guarulhos (SP), em um projeto criado na gestão do ex-prefeito petista Elói Pietá.

A ginasta já havia ganho a medalha de prata no individual geral da ginástica na última quinta-feira (29), em uma apresentação quase perfeita ao som da música “Baile de Favela”, lançada em 2015 por MC João. Nesta segunda-feira (2), a atleta disputa mais uma medalha na final do solo, também se apresentando ao som do “Baile de Favela”.

De Guarulhos para o mundo

O deputado Alencar Santana Braga (PT-SP) escreveu que “a favela brilha de novo nas Olimpíadas” com a conquista do ouro por Rebeca Andrade. O parlamentar ressaltou que está feliz pela conquista da atleta, “ainda mais por ser uma guarulhense que vi treinar nos anos iniciais no Ginásio Bonifácio Cardoso, durante os governos petistas na cidade”.

“A ginasta começou carreira aos 4 anos no Projeto Iniciação Esportiva de Guarulhos, com treinamentos no ginásio municipal Bonifácio Cardoso. Começou e se formou durante os governos petistas. Por mais investimento no esporte, para que possamos ver mais Rebecas por aí!”, afirmou.

As deputadas do PT também comemoraram a conquista. A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) disse que “a história da Rebeca é inspiração” para outras meninas iniciarem no esporte. “A primeira medalha de ouro do Brasil na ginástica feminina veio de mulher negra. Isso mostra, mais uma vez, que somos potência! Que seja apenas o início e mais atletas como ela sejam fortalecidas para brilharem”, disse.

Rebeca traz felicidade e esperança  

Já a deputada Maria do Rosário (PT-RS) disse que Rebeca “é gigante” e mais uma vez “traz felicidade e esperança nesses tempos tão duros”. “Mulher, negra, brasileira! Você é ouro, não é fraquejada. Fraco é quem não vê sua força! Agora, vamos te ver no baile de favela, Rebeca Andrade”, escreveu.

Ao também enaltecer a medalha da ginasta brasileira, Erika Kokay (PT-DF) disse que Rebeca “faz história nas olimpíadas e é um orgulho para o Brasil”. “Nesses tempos tão sombrios, nos enche de alegria e esperança. Voa, maravilhosa!”, afirmou.

Já a deputada Natália Bonavides (PT-RN) também parabenizou Rebeca Andrade pela conquista. “É ouro, Brasil! Rebeca Andrade, que orgulho!! Que emoção!”, disse.

Henrique Fontana (PT-RS) celebrou a vitória, citando a ativista estadunidense Angela Davis: “Quando a mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela”. Fontana assinalou que Rebeca é “um orgulho pra todos nós”.

Medalha histórica

A participação de Rebeca Andrade nas Olimpíadas de Tóquio 2020 já entrou para a história do esporte brasileiro. É a primeira vez que o Brasil ganha uma medalha de ouro na ginástica e a primeira vez que uma atleta brasileira pisa no pódio mais de uma vez na mesma olimpíada.

Entre outros parlamentares, também parabenizaram a atleta Rebeca Andrade pelo ouro olímpico os deputados petistas Afonso Florence (BA), Alexandre Padilha (SP), Carlos Veras (PE), Carlos Zarattini (SP), Enio Verri (PR) , José Guimarães (CE), Helder Salomão (ES), Léo de Brito (AC), Nilto Tatto (SP), Odair Cunha (MG), Padre João (MG), Paulo Pimenta (RS), Paulo Teixeira (SP), Pedro Uczai (SC), Rubens Otoni (GO) e Zeca Dirceu (PR).