Pensar Piauí

Rafael recebe o MST: mecanização na agricultura familiar e Armazém do Campo do Piauí foi a pauta

Segundo o governador, garantir a melhoria da qualidade de vida de quem vive no campo é uma das prioridades.

Foto: CcomRafael discute pautas da agricultura com representantes do MST
Rafael discute pautas da agricultura com representantes do MST

O governador Rafael Fonteles esteve reunido, nesta sexta-feira (10), no Palácio de Karnak, com representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Na oportunidade, o gestor recebeu sugestões e discutiu pautas como a mecanização na agricultura familiar, projetos de cadeias produtivas estratégicas para os assentamentos e programas de comercialização.

Outro ponto de discussão foi o Armazém do Campo do Piauí, que é uma rede de comercialização que o MST tem em praticamente todas as capitais do país. O armazém do Piauí localizado no bairro Marquês, em Teresina, está em processo de reforma, com o apoio do Governo do Piauí, para atendimento de 3.500 famílias assentadas da reforma agrária no estado.

Fonteles destacou que o Piauí tem vocação para agricultura e agropecuária de forma geral. "Nós temos um olhar especial para o pequeno agricultor, para os assentamentos, e principalmente, aqueles que já têm uma organização constituída, como é o caso do MST, que já tem um trabalho nos seus assentamentos muito forte, de melhoria da produção, da qualidade de vida, e da educação", frisa o chefe do Executivo Estadual.

Ainda segundo o governador, garantir a melhoria da qualidade de vida de quem vive no campo é uma das prioridades. "Temos um terço dos piauienses vivendo no campo, boa parte em assentamentos, e a gente quer cada vez mais gerar oportunidade de trabalho, emprego e renda para todo mundo, principalmente para aqueles que mais precisam, para os que têm essa vocação para a agricultura, então asseguramos todo o nosso apoio para os agricultores", pontua Fonteles.

O coordenador da Direção Nacional do MST, Francisco Sousa, ressaltou que a reunião com o governador Rafael Fonteles foi bastante proveitosa. "Foi o primeiro contato direto do MST com o governador Rafael Fonteles. Trouxemos nossas demandas e boa parte delas foram atendidas. As outras ficaram para a gente ir dialogando e construindo ao longo do tempo. O governador sempre foi muito aberto com os movimentos sociais, isso é o que temos observado e estamos nesse processo de construção no Piauí", finaliza Sousa.

Com informações da Ccom

ÚLTIMAS NOTÍCIAS