Pensar Piauí

Nova Maternidade ampliará número de salas de parto normal

O espaço contará agora com três salas pré-parto, parto e puerpério (PPP) completamente equipadas para prestar atendimento humanizado.

Foto: Reprodução/SesapiNova Maternidade
Nova Maternidade

A nova Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), que será inaugurada, no dia 28 de julho, contará com um moderno Centro de Parto Normal (CPN). O espaço foi ampliado em relação ao antigo prédio e contará agora com três salas pré-parto, parto e puerpério (PPP) completamente equipadas para prestar atendimento humanizado.

O CPN é caracterizado como Tipo II por estar localizado nas dependências internas da maternidade. A estrutura tem como objetivo oferecer às mulheres e família um acompanhamento com foco na autonomia da mulher e respeito ao nascer, utilizando práticas baseadas em evidências científicas.

“O espaço será destinado ao acompanhamento das parturientes, dispondo de tecnologias não invasivas para alívio da dor, como bola, cavalinho, escada de ling, chuveiro elétrico, banheira, banqueta, entre outros, de modo a contribuir para melhor experiência do parto”, explica Ozirina Nunes, gerente de Enfermagem da MDER.

O Centro está inserido nas recomendações do Ministério da Saúde e na Política Nacional de Humanização do Sistema Único de Saúde (PNH/SUS).

“O Centro cumpre o seu papel que é tornar o parto normal uma experiência cada vez mais natural e familiar, bem como no esforço de reduzir o volume de partos cirúrgicos desnecessários”, afirma o superintendente de Média e Alta Complexidade da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), Dirceu Campêlo.

A nova unidade de saúde contará com um banco de leite, almoxarifado, diagnóstico por imagem, gerenciamento de resíduos sólidos, nutrição, tecnologia da informação, central de material e esterilização, serviço de arquivo médico, posto de polícia e uma sala especial para o Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS). Além de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) materna, UTI neonatal, Unidades Semi-Intensiva (Ucinco), ambulatório, centro cirúrgico, centro de parto normal, centro obstétrico, enfermarias, farmácia com dose unitária, laboratório, lavanderia, estrutura física de ensino e pesquisa.

Na primeira fase de inauguração, em que ainda está sendo executada a transição dos serviços, apenas o setor administrativo, lavanderia e ambulatório estarão funcionando no novo prédio.

De acordo com o cronograma, todos os demais atendimentos passarão a ser oferecidos no local, que contará com 174 leitos  de enfermaria; 30 leitos UTIs NeoNatal; 30 leitos UTI Neo Intermediária (Ucinco); 15 leitos Ucinca – Canguru; 20 leitos de UTI adulta; 06 leitos de Observação Pronto Atendimento; 12 leitos de quarto PPP e 06 salas do Centro Cirúrgico.

Com informações da Sesapi 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS