Mark Zuckerberg bane Trump do Facebook e Instagram

Anúncio foi feito pelo fundador do Facebook em seu perfil na rede, que alega que Trump incitou "insurreição" contra um governo democraticamente eleito

Foto: CNNTrump fora das redes sociais
Trump fora das redes sociais

 

Bloqueado temporariamente do Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump foi banido “indefinidamente” do Facebook e Instagram nesta quinta-feira (7), após o anúncio de um bloqueio por 12 horas de seus perfis nas redes.

O anúncio do banimento foi feito diretamente por Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, que alegou que Trump usou as redes sociais para “incitar insurreição contra um governo democraticamente eleito”.

“Nos últimos anos, permitimos que o presidente Trump usasse nossa plataforma de forma consistente com as nossas regras, às vezes removendo conteúdos e marcando seus posts quando eles violavam nossas políticas. Fizemos isso porque acreditamos que o público tem o direito a (ter acesso ao) espectro mais amplo de discurso político possível, mesmo quando esse discurso é controverso. Mas o contexto atual é fundamentalmente diferente, envolve o uso de nossa plataforma para incitar insurreição contra um governo democraticamente eleito”, escreveu Zuckerberg.

No texto, publicado em sua página no Facebook, Zuckerberg diz que a exclusão de conteúdos publicados por Trump se deu porque “julgamos que o seu efeito – e provavelmente sua intenção – seria provocar mais violência” e que o banimento do presidente dos EUA foi feito para garantir “que os 13 dias restantes até a posse de Biden sejam pacíficos e de acordo com as regras democráticas”.

“Acreditamos que os riscos de permitir que o Presidente continue a utilizar o nosso serviço durante este período são simplesmente demasiado grandes. Portanto, estamos a prolongar o bloqueio que colocamos nas suas contas do Facebook e do Instagram por tempo indeterminado e durante pelo menos as próximas duas semanas até que a transição pacífica do poder esteja concluída”, diz o fundador do Facebook.

Veja a publicação:

The shocking events of the last 24 hours clearly demonstrate that President Donald Trump intends to use his remaining...

Posted by Mark Zuckerberg on Thursday, January 7, 2021