Arregou: Bolsonaro foge do Jornal Nacional e internautas não perdoam

Lula, Ciro Gomes e Simone Tebet confirmaram presença; entrevistas terão 40 minutos de duração

Foto: João Cotta/GloboWilliam Bonner e Renata Vasconcellos
William Bonner e Renata Vasconcellos

Na semana do dia 22 de agosto o Jornal Nacional (Globo) dá início a série de sabatinas com os candidatos à presidência da República. As conversas serão transmitidas pela TV Globo, GloboPlay e G1 e, segundo comunicado da emissora, ficarão disponíveis no streaming do canal. 

Segundo informações da Globo, as regras e o calendário foram apresentados aos candidatos em abril e, à época, nenhum dos postulantes ao Palácio do Planalto questionaram o formato: um bloco de entrevista na bancada do JN com 40 minutos de duração. 

Os presidenciáveis tinham até esta quinta-feira (4) para confirmar presença no programa e assim o fizeram, menos Jair Bolsonaro (PL) que, de acordo com nota da Rede Globo, na última hora impôs a condição de que a entrevista fosse realizada no Palácio da Alvorada, o que foi rejeitado pelo canal. 

"Depois das eleições de 2014, porém, a Globo decidiu que sempre realizaria as entrevistas de todos os candidatos à Presidência da República em seus estúdios, de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições. A regra não foi contestada pela assessoria de Bolsonaro quando das entrevistas no g1 e na GloboNews. A Globo rejeitou o pedido da assessoria", diz a nota da Globo. 

Com isso, o candidato à reeleição, Jair Bolsonaro, não irá participar da sabatina. Aliás, há dúvidas também quanto a sua participação nos debates presidenciais que as emissoras estão organizando no formato pool.

A ordem das entrevistas foi definida a partir de um sorteio: Ciro Gomes (PDT), no dia 24/8; Lula (PT), no dia 25/8, e Simone Tebet (MDB), no dia 26/8.  

A desistência de Bolsonaro não passou despercebida pelos eleitores e nas redes sociais duas tags entraram nos assuntos mais comentados: "Arregou" e "Bolsonaro covarde", onde os internautas questionam o presidente e afirmam que, por ser covarde e não ter o que apresentar, ele não irá em nenhum dos debates.  

Com informações do Yahoo e Forum 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS