Filho foge de hospital, contamina o pai, e ambos morrem de covid-19

Tragédia ocorreu na cidade de Américo Brasiliense, no interior de São Paulo

Foto: Portal MoradaHospital da cidade de Américo Brasiliense
Hospital da cidade de Américo Brasiliense

Fonte: Revista Fórum 


A cidade de Américo Brasiliense, no interior de São Paulo, viveu nesta semana mais uma das histórias tristes ocorridas no país nesta pandemia do coronavírus. Mas, desta vez, o responsável pelo trágico desfecho foi o próprio protagonista.

Fábio Sanches, um homem de 40 anos, foi levado ao Hospital José Nigro Neto com sintomas de covid-19, no sábado passado (16). No entanto, ele se recusou a fazer o exame para comprovar se tinha ou não a doença.

Fugiu do local e foi se encontrar com amigos, onde passou a noite bebendo e jogando cartas. No dia seguinte, visitou seu pai, o aposentado Luis Sanches, de 67 anos.

Na segunda-feira (18), Fábio sentiu complicações da doença e foi levado novamente ao hospital, onde resistiu por algumas poucas horas, e terminou falecendo. Dois dias depois, Luis Sanches também foi levado ao hospital, e também morreu.

A família contesta a versão do hospital de que Fábio teria fugido do tratamento. Segundo Maria Sanches, irmã de Luis e tia de Fábio, o hospital havia liberado o sobrinho após a realização do exame. No caso de Luis, ela também acusa o centro médico de negligência, alegando que demoraram em entubá-lo quando ele apresentou sintomas de gravidade.