Enfermeiras são afastadas por zombar de paciente que tentou suicídio

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) vai abrir processo administrativo para apurar a conduta das servidoras

Foto: DivulgaçãoEnfermeiras

Duas técnicas de enfermagem foram afastadas de pronto-socorro no Acre por debochar de paciente que tentou suicídio. Elas foram gravadas por outra paciente que estava internada na unidade e ficou indignada com a situação. Os nomes das servidoras e da autora do vídeo não foram divulgados.

“Têm pessoas para fazer cirurgia, doenças graves, querendo se tratar, querendo se curar, viver, e a gente passando dor de cabeça com pessoa querendo morrer. O mundo é tão bom, a gente tem é que viver. Eu [quero viver] até quando Deus permitir, porque eu me amo”, diz uma delas.

As duas mulheres ainda dizem que ela teria que ir para o Hospital de Saúde Mental (Hosmac).

A direção do pronto-socorro afirmou que as duas foram afastadas dos cargos e que a unidade não compactua com o comportamento. “Os fatos estão sendo apurados para que todas as providências legais sejam tomadas garantindo o contraditório e ampla defesa. Por fim, reafirmamos a nossa finalidade em atender os casos de urgência e Emergência e enfatizamos o nosso compromisso com a saúde pública do Estado do Acre”.

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) vai abrir processo administrativo para apurar a conduta das servidores. O promotor de Saúde do Ministério Público do Acre, Gláucio Ney Shiroma Oshiro, disse que tomou conhecimento do caso e que vai instaurar um procedimento.