Em Campo Maior, agente da Strans agride feirante fisicamente; veja vídeos

A confusão aconteceu na Praça Bona Primo, no Centro da cidade. Houve um princípio de tumulto no local

Foto: ReproduçãoConfusão de agente da Strans com feirantes em praça de Campo Maior
Confusão de agente da Strans com feirantes em praça de Campo Maior

Campo Maior em Foco- Nesta terça-feira (25), funcionários da Strans de Campo Maior (PI), tentaram retirar a força feirantes que trabalham na Praça Bona Primo, no Centro da cidade. Houve um princípio de tumulto no local.  

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram a ação. Em um determinado momento, um dos funcionários, que não foi identificado, reage com violência ao perceber que está sendo filmado. Ele avança em direção a pessoa que está gravando e chega a dar um tapa no celular.


O jovem agredido registrou um Boletim de Ocorrência após o ocorrido. “Quando eu estava gravando, o cara da Strans disse que eu não poderia gravar ele, aí bateu no celular e pegou no meu pescoço. Já registrei um B.O”, relatou.

Em um outro vídeo, pessoas que estão no local aparecem tentando evitar a briga. É possível ouvir uma mulher falando que “é a irmã do prefeito novamente, que cismou com os pobres”.


Esta não é a primeira vez que a Prefeitura de Campo Maior se envolve em polêmica com os feirantes da Bona Primo. Em fevereiro deste ano, os trabalhadores do local afirmaram ter recebido ordens para sair da Praça. Na época, o prefeito João Félix (MDB) conversou com os feirantes e disse que não iria retirá-los do local.

Segundo informações, um dos motivos para tentar retirar os vendedores, seria o fato de alguns moradores no entorno da praça se sentirem incomodados com a presença dos trabalhadores.

OUTRO LADO

A reportagem entrou em contato com o prefeito de Campo Maior, João Felix, para falar sobre o assunto.

O gestor disse que os trabalhadores estão sendo retirados por causa de uma reforma que está sendo feita. "Eles estão sendo retirados porque estamos fazendo uma reforma na praça, realizando pintura e recuperando canteiros”, disse João.

O prefeito disse ainda que o local não é conveniente para os vendedores, que eles deveriam ir para o mercado. João Félix também falou que todos os vendedores ambulantes serão retirados dos espaços públicos da cidade a medida que os locais forem sendo reformados.

Sobre os vídeos gravados nesta terça-feira (25), o prefeito disse que os fiscais de tributos e posturas do município já haviam ido conversar com os vendedores, e que a confusão foi provocada pelos trabalhadores, “que reagiram com violência e baderna”.