Depois de acidente e 65 cirurgias, ator volta às novelas

Raymundo de Souza emendará uma participação em Gênesis, da Record, com uma novela inédita da Globo

Foto: MetrópolesRaymundo de Souza
Raymundo de Souza

O ator Raymundo de Souza, de 68 anos, viu sua vida virar de cabeça para baixo em 2018, após sofrer um acidente de moto e passar mais de sete meses internado. Depois de se submeter pelo menos a 65 cirurgias, o artista comemora seu retorno ao trabalho, emendando um participação em Gênesis, da Record TV, com a próxima novela inédita da grade das 18h da Globo, Nos Tempos do Imperador, prevista para estrear nos próximos meses.

Raymundo tem mais de 40 anos de carreira e já viveu papéis em várias novelas de sucesso como Cabocla e Da Cor do Pecado.

“Eu só tenho essa profissão na minha vida, desde 1978. Nunca fiquei tanto tempo afastado daquilo que amo fazer: representar. Ainda estou com pinos nas pernas, mas foi muito emocionante ver como as pessoas me receberam, ver os cuidados dos colegas, da produção”, contou Raymundo em entrevista à coluna de Patrícia Kogut.

Na novela da Globo, que terá Selton Mello na pele do protagonista D. Pedro II, Raymundo será o diretor de uma universidade de medicina. “Foi muito legal fazer esse papel numa história de época. Gravamos em 2020, antes de a pandemia começar. Também fiz o filme Flor da Gigoia, com Babu Santana. Quando as pessoas acreditam no nosso trabalho, mesmo machucados e feridos, encontramos maneiras”.

Raymundo sofreu o acidente de moto em abril de 2018 e fraturou a tíbia. Ao ser hospitalizado, teve uma necrose na perna e correu riscos de perder membro. “Cheguei ao hospital numa terça e marcaram de me operar no sábado. Não era para ter acontecido desta maneira, e a minha perna necrosou, tive uma infecção hospitalar no osso. Tiveram que tirar 80% da minha pele entre o tornozelo e o joelho. Adiante, tive que passar por procedimentos para colocar pinos, depois cirurgias para colocar enxertos…Ao todo, já foram 65 cirurgias”, detalhou. O último procedimento foi há 15 dias.

Foto: MetrópolesRaymundo de Souza
Raymundo de Souza

Com informações do Metrópoles