CENAS FORTES: PMs espancam casal de namorados em Minas Gerais

Marcos Mendonça, de 23 anos, levou uma série de socos no rosto

Foto: DivulgaçãoAgredidos

 

Fórum - Um vídeo com cenas fortes divulgado na internet mostra um casal de namorados sendo espancado por dois policiais militares na cidade de Paineiras, região central de Minas Gerais.

O jovem, de 23 anos, que aparece sendo espancado nas imagens é Marcos Mendonça Gonçalves, que em vídeo divulgado nas redes sociais mostram os hematomas causados pela série de socos no rosto que levou dos policiais. Além dos hematomas, o rapaz legou sete pontos na parte de trás da cabeça. Nas imagens, ele aparece praticamente desmaiado.

“Eu estava com a minha namorada em um trailer, num ponto principal da cidade, em frente à prefeitura. Alguém soltou uma bomba, e os policiais alegaram que fui eu. Então, disse que não tinha feito isso. Aí, eles já começaram a me espancar. Quando fiquei desacordado, minha namorada tentou intervir e levou um murro no rosto. Isso é um absurdo", declarou.

O vídeo foi divulgado nas redes sociais pela namorada Maisa Tavares Campos, de 18 anos, com a hashtag #justiça. A jovem levou um soco de um dos PMs ao tentar socorrer o namorado.

O casal mora em Belo Horizonte e vai à cidade de Paineiras com frequência para cuidar da fazenda de Gonçalves e visitar a família de Maísa. 

Procurada, a Polícia Militar de Minas Gerais informou que vai apurar o caso. "A PMMG esclarece, ainda, que, após conhecimento das imagens enviadas à instituição, foi instaurado, de imediato, um procedimento para apuração criteriosa dos fatos e adoção das medidas cabíveis", informou.

Policiais alegam que o jovem, ao receber voz de prisão, teria resistido e “agrediu um dos militares com chutes e mordidas”. 

“Visando se defender das agressões, e resguardar a vida dos militares, foi necessário fazer o uso da força com golpes de defesa pessoal e, assim, quebrar a resistência. Durante a ação, o autor estava bastante transtornado e aparentava estar sob efeito de álcool e entorpecentes, chegando a não sentir os golpes realizados (contra ele)”, alega a PM. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS