Alckmin e Múcio nomeiam general Ricardo José Nigri como número dois do GSI

Ato foi assinado por Alckmin enquanto Lula está no exterior

Foto: Guilherme WiltgenRicardo José Nigri
Ricardo José Nigri

O general Ricardo José Nigri foi nomeado como secretário-executivo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. Na prática, ele agora é o número dois do ministro-chefe do GSI, Gonçalves Dias. 

O ato foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) na noite desta segunda-feira (23) e é assinado pelo presidente em exercício, Geraldo Alckmin (PSB), e pelo ministro da Defesa, José Múcio. O presidente Lula (PT) está na Argentina. 

O então secretário-executivo era Carlos José Russo Assumpção Penteado. Ele passará à situação de adido ao gabinete do comandante do Exército.

Nigri, segundo Ricardo Noblat, do Metrópoles, era chefe de Missões de Paz e Aviação e Inspetor-Geral das Polícias Militares e é formado pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Ele também foi oficial de gabinete do ex-comandante do Exército Eduardo Villas Bôas, entre 2016 e 2019.

O DOU também traz a troca de postos entre Marcius Cardoso Netto e o general Carlos Feitosa Rodrigues. Cardoso Netto foi nomeado para a Secretaria de Segurança e Coordenação Presidencial do GSI. 

Ele, que ocupava a Assessoria de Planejamento e Gestão do Departamento-Geral do Pessoal foi substituído por Rodrigues, que deixa a Secretaria de Segurança.

Com informações do Metrópoles

ÚLTIMAS NOTÍCIAS