Ações da Petrobrás sobem porque mercado sabe que demissão de ministro é jogada para enganar eleitores

Troca de ministros foi uma estratégia de Bolsonaro para reduzir as críticas contra os seguidos aumentos no preço dos combustíveis

Foto: O CafezinhoBolsonaro, Petrobras e a queda de braço com o mercado
Bolsonaro, Petrobras e a queda de braço com o mercado


247- A mudança no comando do Ministério de Minas e Energia, com a entrada do chefe da assessoria especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, no lugar de Bento Albuquerque, resultou em uma alta nas ações da Petrobrás nesta quarta-feira (11).

A avaliação do mercado é que a atual política de preços da estatal será mantida e que a troca de ministros foi uma estratégia de Bolsonaro para reduzir as críticas contra os seguidos aumentos no preço dos combustíveis.

“A troca no Ministério é, fundamentalmente, fruto de estratégia política. O presidente e seus interlocutores continuam preocupados com as consequências dos aumentos em sua popularidade, mas não trabalham com a possibilidade de alterar a política de preços da companhia”, afirmaram analistas do mercado financeiro ao Infomoney.