Outros Temas

Pai e filho morrem de infarto em intervalo de 4 horas

O pai passou mal ao saber do falecimento do filho


Foto: Reprodução/redes sociaisDaniel Lana Christ, de 44 anos, e Guido Christ, de 80 anos
Daniel Lana Christ, de 44 anos, e Guido Christ, de 80 anos

 

O pintor Daniel Lana Christ, de 44 anos, estava trabalhando no último sábado (7) quando começou a sentir dores no peito e foi levado ao hospital, em Viana, na região metropolitana de Vitória, Espírito Santo, mas não resistiu e faleceu. Seu pai, Guido Christ, de 80 anos, ao saber da notícia também teve um ataque cardíaco e morreu, apenas 4 horas depois.

De acordo com o Metrópoles, Vinícius Lana Pedroni, sobrinho da família, contou os detalhes do ocorrido. “Daniel passou mal. Ele é pintor e trabalha com móveis planejados e foi pegar uma peça para colocar no carro e levar para um cliente e se sentiu mal. O próprio pai levou o filho ao pronto atendimento e logo depois deram a notícia pra ele que o filho tinha morrido”, disse Vinícius.

Vinícius ainda disse que foi até o pronto atendimento levar a esposa de Daniel, e encontrou o pai dele sentado em estado de choque. “Ele estava muito aéreo com a morte do filho”, relatou. 

O aposentado voltou para a casa para contar a esposa sobre a morte do filho, mas, depois de 2 horas, Guido começou a passar mal. A filha do casal levou o idoso já muito mal para o hospital. O homem chegou a ser atendido e sedado pelos médicos, mas pouco tempo depois, seu quadro piorou, e por volta das 21h30, Guido também faleceu.

Os dois foram velados no domingo (8/10), na paróquia em que Guido era atuante há quase 40 anos. Segundo os familiares, pai e filho nunca tiveram problemas cardíacos.

Deixe sua opinião: