Pensar Piauí

TSE multa Carla Zambelli por fake news contra Lula

A deputada terá que pagar uma multa de R$ 30 mil.

Foto: DivulgaçãoCarla Zambelli
Carla Zambelli

 

O Tribunal Superior Eleitoral aplicou uma multa de R$ 30 mil à deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) pela disseminação de notícias falsas contra Lula (PT) durante a campanha eleitoral de 2022.

A decisão de punir a parlamentar foi tomada por unanimidade em julgamento nesta terça-feira (20). Houve divergência somente em relação ao valor da multa – o ministro Kássio Nunes Marques propôs o pagamento de R$ 15 mil, mas foi vencido.

Conforme a ação apresentada pela campanha petista, Zambelli e outras duas pessoas — Darcio Bracarense e Inácio Florêncio Filho — teriam disseminado desinformação contra o então candidato à Presidência, o que se enquadra como propaganda irregular na internet.

Em postagens nas redes sociais, o trio afirmou que um QR code ligado ao aplicativo E-Título contabilizaria votos a favor de Lula. O E-Título é um aplicativo da Justiça Eleitoral que oferece a versão digital do título de eleitor, sem qualquer relação com a votação.

Prevaleceu a manifestação do relator, Floriano de Azevedo Marques. Para o ministro, a vinculação do documento a afirmações de direcionamento de votos é “grave distorção da verdade, que atinge diretamente o processo eleitoral”.

Bracarense e Inácio Florêncio terão de pagar, cada um, R$ 15 mil em multa. Carla Zambelli ainda não se manifestou sobre a decisão.

Com informações do TSE e Carta Capital 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS