Rede e Cidadania pedem cassação de Chico Rodrigues

O pedido foi enviado para que o Conselho de Ética do Senado investigue e casse o senador Chico Rodrigues (DEM-RR)

Foto: Senado FederalPlenário do Senado
Plenário do Senado

 

Os partidos Rede Sustentabilidade e Cidadania protocolaram nesta sexta-feira (16) pedido para que o Conselho de Ética do Senado investigue e casse o senador Chico Rodrigues (DEM-RR).

O agora ex-vice-líder do governo foi flagrado com dinheiro nas nádegas durante a Operação Desvid-19, que apura desvios de recursos da saúde em Roraima.  A direção nacional do DEM  busca um acordo com o senador para que ele peça para se afastar da legenda.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o afastamento do mandato por 90 dias. A decisão ainda precisa ser votada no plenário do Senado.

A representação desta sexta, com pedido de cassação do mandato, foi assinada pelo presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, e pelo porta-voz da Rede, Pedro Ivo.

A iniciativa é apoiada pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE), Eduardo Girão (Podemos-CE), Fabiano Contarato (Rede-ES), Flávio Arns (Podemos-PR), Jorge Kajuru (Cidadania-GO), Lasier Martins (Podemos-RS), Mara Gabrili (PSDB-SP), Major Olímpio (PSL-SP), Marcos Do Val (Podemos-SP), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) e Styvenson Valentim (Podemos-RN).

"Merece destaque, ainda, o fato de que o senador Chico Rodrigues é membro da CN-Covid 19, Comissão Mista do Congresso Nacional criada para acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao novo coronavírus. Sua influência, caso comprovada a denúncia, se estenderia, portanto, desde a obtenção dos recursos em Brasília até o seu gasto no órgão estadual de Roraima", diz trecho da ação movida pelos partidos.

Veja o pedido de cassação na íntegra:

Pedido de cassação- Senador Chico Rodrigues