Projeto Redação Nota Mil orienta estudantes a atingir nota máxima no Enem

O trabalho será desempenhado em frentes de trabalho para a orientação de professores e alunos no exercício e prática das redações

Foto: SeducProjeto Redação Nota 1000
Projeto Redação Nota 1000

 

Alcançar a nota mil no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) representa um passo significativo pra chegar ao Ensino Superior. Pensando em ampliar este acesso a todos os estudantes da rede estadual de ensino, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) lançou nesta sexta-feira (16) o projeto Redação Nota 1000, que tem objetivo de ampliar as possibilidades para que os estudantes da rede estadual possam alcançar a nota mil na redação do Enem.

A primeira oficina ocorre nesta sexta-feira, 16 de julho de 2021, teve início às 14 horas, com transmissão do Canal Educação, tendo como público-alvo os professores de Redação da 3ª série.

Acompanhe a oficina aqui: https://youtu.be/Zvabk3ZXktg.

A diretora da Mediação Técnica e Canal Educação da Seduc, Viviane Carvalhedo, diz que o projeto está focado na otimização de ensino e visa o melhor desempenho dos alunos da 3ª série do Ensino Médio na elaboração de textos.

“Tivemos o ano de 2020 atípico, mas no Piauí, apesar da alta taxa de abstenção, muitos estudantes da rede pública estadual conseguiram notas acima de 920 pontos. Para avançar neste item lançamos, por meio do Programa Pré-Enem Seduc, mais uma estratégia de inclusão universitária para que possamos ter uma redação de excelência. O trabalho será desempenhado em frentes de trabalho para a orientação de professores e alunos no exercício e prática das redações e com novidade, que é trazer um escritor renomado para auxiliar nossos estudantes no processo de escrita, que é fundamental”, disse Viviane Carvalhedo.

A equipe de professores do Pré-Enem Seduc ganha o reforço do professor Newton Neto e do escritor Nathan Sousa. O professor Washington Soares mediou a conversa com os professores que responderam dúvidas quanto à execução, e que contou com a participação de professores das 12ª, 19ª, e 21ª Gerências Regionais de Educação.

“Este é um projeto que veio a se somar a outros para melhorar a escrita dos estudantes da rede pública. Já temos as aulas de redação dentro do Pré-Enem Live, no Pré-Enem na Estrada, nas Salas de Aula On-line, e com este novo projeto colocamos como uma nova meta a ser alcançada. Tivemos muitas conquistas com os alunos sendo aprovados em todos os cursos e agora temos esse objetivo, que é cravar a nota mil”, declarou o coordenador do Pré-Enem Seduc, Wellington Soares.

Foto: SeducCoordenador do Pré-Enem Seduc, Wellington Soares
Coordenador do Pré-Enem Seduc, Wellington Soares

 

O projeto tem entre as frentes de atuação a qualificação de professores de língua portuguesa, principalmente os que trabalham a redação, que serão capacitados por meio de oficinas, e seguirá os próximos meses com mais intervenções. Paralelamente será trabalhada outra frente mais próxima aos alunos somadas às outras estratégias implementadas pelo Pré-Enem Seduc.

A terceira frente consistirá na produção de redações distribuídas semanalmente, escritas nos mais variados temas, e que estarão à disposição dos professores e alunos. Este método está voltado a exemplificar a redação nota mil no melhor entendimento dos critérios, das habilidades e eixos temáticos cobrados pelo Enem.

O Redação Nota Mil ganha o reforço do escritor piauiense premiado Nathan Souza, que participará do processo de escrita criativa dos estudantes. Ficcionista, ensaísta, poeta, letrista e dramaturgo, Nathan Sousa é natural de Teresina, venceu por quatro vezes os prêmios da União Brasileira de Escritores (UBE), foi finalista do Prêmio Jabuti 2015 e do I Prémio Internacional de Poesia António Salvado.

“É um prazer estar aqui e partilhar desta jornada de escrita com professores e estudantes para transformar o texto não somente na redação nota mil, como também transformar em prazer da escrita. Vamos trabalhar com os professores orientando do ponto de vista linguístico e literário para que eles repassem métodos diversos aos alunos. Paralelamente iremos trabalhar com os estudantes nas diversas tecnologias, na feitura das redações, ou seja, o aluno terá uma orientação constante no processo de escrita criativa”, declarou Sousa.