PRF planeja operação para prender líderes de atos golpistas nas estradas

O núcleo de inteligência da PRF já trabalha na identificação e no levantamento das lideranças dos movimentos antidemocráticos

Foto: Reprodução/ PRF/ G1Bloqueio em rodovia de Santa Catarina
Bloqueio em rodovia de Santa Catarina

 

O coordenador de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Cristiano Vasconcellos, disse que a corporação planeja operações para prender os líderes de atos golpistas que obstruem as estradas em todo o país desde o dia 30 de outubro, após o segundo turno das eleições.

Em entrevista ao UOL News, ele informou que a operação ainda está “em planejamento” e disse que não há confirmação sobre os estados em que a ação deve ser realizada.

O diretor-executivo da PRF, Marco Antônio Territo de Barros, afirmou ao UOL que, “por questão estratégica”, a corporação só “poderá falar depois que desencadear” a operação.

Segundo Vasconcellos, o núcleo de inteligência da PRF já trabalha na identificação e no levantamento das lideranças dos movimentos antidemocráticos. Ele disse que os mandados de prisão contra os possíveis comandantes devem ser expedidos em breve.

“Nas próximas horas, vamos deflagrar uma grande operação para prender alguns líderes junto com a Polícia Judiciária”, afirmou.

“No Mato Grosso, nesta segunda etapa de manifestação que foi de sexta-feira (18) para cá, já identificamos mais de 50 pessoas que de alguma forma estão contribuindo para as manifestações como liderança, com dinheiro, infraestrutura ou pneus. E isso tudo está sendo encaminhado para as polícias judiciárias para posteriormente termos os mandados e efetuarmos as prisões”, completou.

Desde o final do segundo turno das eleições, que definiu a derrota de Jair Bolsonaro (PL) para Luiz Inácio Lula da Silva (PT), bolsonarista realizam bloqueios nas rodovias federais de todo país contra o resultado das urnas e pedem uma intervenção federal.


Com informações do DCM 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS