Renato Freitas tem mandato cassado

Professor universitário e advogado, era líder da oposição na Câmara de Curitiba.

Foto: DivulgaçãoO vereador Renato Freitas Junior (PT-PR)
O vereador Renato Freitas Júnior (PT-PR)

Renato Freitas (PT) foi cassado pelos vereadores da Câmara Municipal de Curitiba. A decisão ocorreu após 25 parlamentares votarem a favor da cassação por “procedimento incompatível com o decoro parlamentar”, enquanto cinco foram contrários. A votação ocorreu nesta quarta-feira (22).

Renato tem apenas 37 anos e foi eleito com mais de cinco mil votos. Professor universitário e advogado, era líder da oposição na Câmara de Curitiba.

A Câmara informou que vai iniciar o processo de publicação da cassação de Freitas. Ana Júlia, de 21 anos, é filiada ao PT e é a suplente do vereador.

Acusado de invadir a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, Renato respondeu a quebra de decoro, porém, ele negou ter invadido a igreja.

Na noite de ontem, Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT e deputada federal, criticou a perseguição contra o legislador. “Lamentável decisão da Câmara de Vereadores de Curitiba de cassar em 1° turno o mandato de Renato Freitas que está sendo vítima de uma injustiça como parte do racismo que assola nossa sociedade. Toda solidariedade ao nosso companheiro. Força, Renato”, escreveu.

Com informações do DCM