Imposto sindical volta? A resposta é não, diz ministro do Trabalho

Mais cedo, Marinho e Lula discutiram em reunião novas regras para o salário mínimo

Foto: ReproduçãoMinistro do Trabalho, Luiz Marinho
Ministro do Trabalho, Luiz Marinho

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, disse nesta quarta-feira (18) que não prevê a volta da obrigatoriedade da cobrança do imposto sindical pelo governo.

“O imposto sindical volta? A resposta é não”, disse a jornalistas logo após discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a centrais sindicais.

Segundo Marinho, um grupo de trabalho vai discutir como será a política de reajuste daqui em diante. “O grupo vai levar em consideração toda a situação econômica do país”

Lula assinou um despacho nesta quarta determinando que os ministérios enviem em 45 dias (prorrogáveis por mais 45) sugestões para a política do piso nacional.

Com informações da CNN

ÚLTIMAS NOTÍCIAS