Homem que arremessou botijão pela janela responderá por homicídio

Segundo a irmã, o acusado teve um surto e passou a arremessar os objetos pela janela do último andar do prédio

Foto: TV GloboMomento da prisão de Venilson da Silva Souza, de 33 anos
Momento da prisão de Venilson da Silva Souza, de 33 anos

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) irá indiciar por homicídio doloso o homem acusado de arremessar um botijão de gás pela janela de um apartamento em Copacabana. O recipiente atingiu um homem que vendia frutas na região, ele não resistiu aos ferimentos.

De acordo com as primeiras informações do caso, a vítima seria uma mulher, mas um vídeo registrou o exato momento em que o botijão de gás foi jogado da janela do prédio e atingiu o vendedor que passava pelo local. O caso aconteceu nessa segunda-feira (12/10).

O homem aparece vestindo uma camisa preta e carregando uma sacola. Ele caminha até a esquina, volta e para quase atrás de uma banca de jornal. A vítima, identificada apenas como “Tronco”, chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas veio a óbito.

O suspeito é Venilson da Silva Souza, de 33 anos. Segundo a irmã, o acusado teve um surto e passou a arremessar os objetos pela janela do último andar do prédio.

Para os investigadores, ele assumiu o risco de matar ao jogar o botijão do imóvel. Venilson foi preso em flagrante após o crime pela Polícia Militar.

A investigação é conduzida pela 13ª DP (Copacabana).

Veja o vídeo:

Veja mais em: Pedestre morre após ser atingido por botijão de gás