Pensar Piauí

Cadastros irregulares: Mais de 1.200 beneficiários têm Bolsa Família bloqueados no Piauí

A ação acontece devido alguns de seus integrantes se encontrarem em situações de CPF irregular, suspenso ou cancelado.

Foto: Roberta Aline/ MDSBolsa Família
Bolsa Família

 

Neste mês de janeiro, 1.239 famílias tiveram os benefícios do Programa Bolsa Família bloqueados devido alguns de seus integrantes se encontrarem em situações de CPF irregular, suspenso ou cancelado. Essas irregularidades se dão apenas por cadastros irregulares junto a Receita Federal como divergência de titularidade, suspensão ou cancelamento.

Katiane Gualberto, gerente de transferência de renda e benefícios da Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), reforça que o bloqueio nada tem a ver com endividamento ou nome sujo. “Nós pedimos que as famílias atentem às informações que são repassadas, se são de fato oficiais. As famílias precisam verificar as informações no site do MDS, do aplicativo do Cadastro Único ou mesmo nos CRAS de seu município”, informa.

Os beneficiários podem verificar a regularidade do seu CPF no site da Receita Federal, no extrato de pagamento do MDS, ou nos aplicativos do Cadastro Único ou do Programa Bolsa Família e a regularização deve ser realizada junto à Receita Federal. Após a regularização, a família volta a receber seu benefício normalmente.

A gerente acrescenta que o benefício pode ser bloqueado por até 6 meses, após esse período e o beneficiário não fizer a regularização do CPF, pode ter seu benefício cancelado.

Com informações da CCOM 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS