Pensar Piauí

Anielle Franco se filia ao PT mas lideranças locais resistem à candidatura

Há vários nomes na disputa, já que o atual prefeito deve deixar o cargo para disputar o governo do estado no meio do mandato

Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilLula e Anielle Franco
Lula e Anielle Franco

 

Fórum - A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, deverá se filiar ao PT no próximo dia 23. Ela está cotada para ser vice na chapa do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), que vai disputar a reeleição. Seu nome é bancado, entre outros, pela primeira-dama Rosângela Lula da Silva, a Janja.

O movimento político, no entanto, está longe de ser suave e tem causado atritos no partido. Há vários nomes na disputa, entre eles o presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo. Freixo, ex-deputado federal, já foi derrotado em duas eleições para o Executivo. Em 2016, ele concorreu à prefeitura do Rio e venceu, no primeiro turno, o deputado federal Pedro Paulo (PSD), aliado de Paes. Em 2022, ele perdeu para o governador Cláudio Castro (PL).

Outro nome que está na disputa pelo cargo é o do deputado federal Lindbergh Farias. Ele tem ocupado posições de destaque na Câmara e atualmente é um dos quatro parlamentares que revezam a liderança do partido.

Circula ainda o nome de André Ceciliano, secretário nacional do Ministério das Relações Institucionais, que terminou em quinto lugar nas últimas eleições.

Outra possibilidade é a do secretário municipal de Governo, Felipe Santa Cruz. Ele está filiado ao PSD, mas há uma articulação para que ele migre para o PT.

Governo em 2026

Paes pretende disputar o governo do Estado, portanto terá que renunciar ao cargo, o que torna a disputa pela vaga de vice ainda mais importante e acirrada.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS