Advogado

Luzinaldo Soares

Advogado

O show de horrores chamado "Brasil"

Luzinaldo Soares, advogado

O Presidente eleito continua realizando o espetáculo que eu poderia chamar de show de horrores. Mantém-se em campanha eleitoral, falando todo tipo de barbaridade na imprensa e nas redes sociais. Já chamou governador nordestino de “paraíba”, não cansa de praguejar contra o chamado “comunismo” (que ninguém sabe onde tá!), e vive de defender uma subordinação do Brasil aos Estados Unidos maior que a pretendida pelos americanos.

Agora, disse que os governadores do nordeste teriam que se curvar a ele caso queiram receber recursos. Ora, tal postura, praticamente uma chantagem, nunca aconteceu na história republicana deste país. Em todo o governo há governadores e prefeitos de oposição ao presidente, mas nunca um mandatário maior tratou essas pessoas como inimigas. E preocupados com o povo, sempre trataram de repassar as verbas previstas em orçamento para cada ente público.

Fico matutando aqui o que devem pensar os eleitores dele do nordeste. Meus amigos que achavam que ele é “o novo” na política. O que se vê é uma volta à barbárie, coisa ainda do Brasil colônia.

Um espetáculo de grosseria e de falta de noção do jogo político na democracia. Um desrespeito as instituições, e, principalmente, ao povo brasileiro. Não dá para ficar engolindo e aceitando esse tipo de barbaridade. O “novo”, é, na verdade, ultrapassado, retrogrado e representa as forças que achávamos não existiam mais neste país.

Ledo engano nosso! Como diz o filósofo francês Diogo Sardinha, o Brasil vive um processo de "imbecilização coletiva". Que Deus tenha pena e misericórdia deste País!

OBS: Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do pensarpiaui.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS