Professor do IFPI

Daniel Ribeiro

Professor do IFPI

O que aguardar para o futuro de Teresina?

Foto: google imagemTeresina
Teresina

Lá se vão mais de três décadas que um mesmo grupo político (e o empresarial mantenedor) administra a "capital cajuína". Os membros que compõem tais grupos são os mesmos de 30 anos atrás, porém mais velhos e obsoletos. Se as ideias de outrora já não eram tão eficientes para o desenvolvimento de nossa capital, agora se tornaram ainda mais ultrapassadas e carcomidas pelo tempo, frente a urgente necessidade de crescimento econômico, social e, sobretudo urbano da cidade.

Já passamos por etapas de ilusões, como prefeito criança, cidade verde, cidade futuro e outros slogans que apenas na escrita e incessante divulgação pela prefeitura nos trazia ares de esperança. Talvez a analogia com a infância seja a mais adequada, pois se trata a cidade como brincadeira.

Diariamente ações urgentes são propostas e executadas de forma pueril, tímidas, insuficientes para levar a cidade ao tão almejado desenvolvimento sustentável e ao patamar que se permita comparar com as suas irmãs capitais próximas, na mesma região. Trânsito caótico, emoldurado por ruas e avenidas sem a mínima manutenção preventiva, esburacadas como nossa esperança. Falta de vias expressas, de viadutos e túneis capazes de dar fluência necessária ao crescente aumento da frota; sem planejamento estratégico de futuro.

Postos de saúde e creches, tão necessários ao cotidiano da cidade, são obras paradas, abandonadas, como nossa esperança. Famílias inteiras tendo suas casas derrubadas e mesmo assim, sendo convidadas a participarem do corte de bolo em sua região, sem terem o que comemorar, com suas casas destruídas, como nossa esperança.

O que esperar do nosso futuro? Será que precisamos mais uma vez tão somente sonhar, embalados por um slogan? AQUI JAZ O FUTURO. Esse seria ideal para representar a nossa esperança, cada vez mais exígua.

OBS: Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do pensarpiaui.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS