Advogado

Luzinaldo Soares

Advogado

Bolsonaro - a vergonha da ONU já foi, mas, vem mais por ai

Foto: google imagemVem mais vergonha por aí
Vem mais vergonha por aí

O presidente brasileiro foi para a abertura da Assembleia Geral da ONU e deu show. Mas na verdade, deu show de bizarrice, e perdeu uma grande oportunidade de limpar a imagem do Brasil perante o mundo. Muito pelo contrário. Sujou ainda mais a imagem do país e mostrou-se uma aberração, uma bizarrice que foi colocada no poder e que não tem nenhuma condição de estar onde está. O discurso do nosso presidente pode ser qualificado como um grande “filme de terror”.

Ao invés de falar de forma séria e tratar de assuntos relevantes, como economia e meio ambiente, o Presidente preferiu expor um monte de fake news, ressuscitando a União Soviética e a guerrilha cubana, e envergonhando mais uma vez a sociedade brasileira. Disse que não tem queimadas no Brasil, quando todo mundo já viu que tem. Ou seja, é fato notório. Disse que o comunismo manda no mundo e compra a imprensa, coisa que se sabe que não existe. E pior que isso: atacou a ONU, dizendo que ela apoia “comunistas” no Brasil. 

Mostramos ao mundo nossa maior vergonha. Não temos um presidente minimamente preparado para falar ao mundo sobre o Brasil e seu futuro. Sequer preparado para discorrer sobre qualquer assunto de interesse público, e limitado a repetir velhos chavões da extrema direita e a narrar notícias falsas de grupos das redes sociais. É isso que o nosso presidente é: uma fake news ambulante, pior que a mamadeira de “piroca” que disseram existir na eleição do ano passado. Há alguns anos eu achava que jamais viveria para ver tamanha vergonha do nosso país no mundo. Hoje acho que foi só o começo. Vem mais vergonha por aí. Estejamos preparados e com os cintos bem colocados.

OBS: Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do pensarpiaui.